Ações: Aprenda como se tornar sócio de empresas

Atualizado: Jun 23

"Evitar o perigo não é, a longo prazo, tão seguro quanto expor-se ao perigo. A vida é uma aventura ousada ou, então, não é nada". Helen Keller


Uma ação é um pedacinho de uma empresa e portanto uma empresa é formada por um conjunto de ações. Em termos técnicos, Ação é a menor parcela do capital social das companhias ou sociedades anônimas.


Porém, uma ação não é só o pedaço de uma empresa, mas o pedaço de um Sonho.


As boas empresas quase sempre tem um sonho. O sonho de crescer. Crescer em faturamento, em tecnologia, em número de clientes, em lucro e em impacto na sociedade.


Algumas empresas acreditam tanto no potencial desse sonho que elas vendem uma parte de si mesmas para novos investidores, assim conseguem o dinheiro necessário para investir no seu negócio e alcançar seus objetivos.


Portanto, quando você compra uma ação você se torna sócio de uma empresa e quando você é sócio de uma empresa, ganha dinheiro com seus lucros e valorização.


Mas nem tudo são sonhos, e ao se tornar sócio de uma empresa, por menos que você tenha investido, você passa a responder financeiramente pelo negócio, ou seja, o preço das ações vai oscilar, subir ou descer, pode despencar ou decolar e você deve estar preparado para ver o seu dinheiro variando todos os dias, por isso o mercado de ações é chamado de renda variável.


Esse é um mercado lindo e cheio de emoções, onde você no decorrer do tempo vai aprender mais sobre você, do que sobre o negócio de bolsas de valores em si.


Como escolher uma boa empresa e saber a hora certa para comprar e vender as Ações?


Comprar ações pode ser muito fácil se você usar seu coração. Você pode comprar ações daquela loja que te atende muito bem, daquele banco que você é cliente há 10 anos ou empresas com ótima reputação de mercado. Você pode comprar ações com o coração e fazer um bom negócio, sim, é possível, simples e fácil, e você passa a fazer parte do negócio dessas empresas e pode ganhar dinheiro com a valorização das ações, ou não.


Porém, além de comprar ações com o coração você pode usar as técnicas de análises. As análises de ações e mercados são essenciais para entender quais serão os movimentos futuros dos preços dos papéis negociáveis e fundamentais para traçar uma boa estratégia, assim você saberá o que comprar e quando comprar de forma técnica e calculada. É assertivo sempre? Não! Porém a chance de sucesso é muito maior. Vamos lá!


Análise Técnica (gráfica)


A análise técnica é formada por um conjunto de ferramentas gráficas que estudam o preço e o volume dos ativos, ou seja, analisa gráficos e indicadores para saber quando e quais ações comprar. Para ter acesso você precisa de uma plataforma na sua corretora, ou em sites de investimentos, esses disponibilizam gratuitamente.


Principais características:


  • Gráficos;

  • Tendências de oferta e demanda;


Análise Fundamentalista


A análise fundamentalista é aquela que estuda os fatores econômicos e a saúde financeira das empresas listadas na Bolsa. Para isso, os analistas fundamentalistas analisam os fatores da economia no geral, como taxa de juros, inflação e decisões públicas; as informações do setor em que a empresa em análise atua; e, por fim, os aspectos qualitativos e quantitativos da organização, como balanços, receitas, lucros, administração, entre outros.


Principais características:

  • Estudos micros e macroeconômicos;

  • Análise de dados quantitativos e qualitativos das empresas;

  • Ideal para investimentos de médio e longo prazo.


Como é formado o preço de uma Ação?


O preço de uma ação é formado como o preço de qualquer outra coisa: através das leis de oferta e procura.


Se muita gente quer comprar uma ação e pouca gente quer vender, os preços sobem. Se por outro lado, muita gente quer vender uma ação e pouca gente comprar, os preços caem. Simples assim, em muitos casos esse movimento é influenciado por notícias ou movimentos especulativos dentro das bolsas.


Resumindo, o preço das ações se dá por meio da ação humana, de comprar ou vender. Porém, segundo a escola austríaca, a ação humana não segue nenhuma lógica, observamos que o mercado em grande parte tem um comportamento paradoxal. Não é zero ou um, mas os dois ao mesmo tempo.


Imposto de Renda em Ações


Venda de ações até o valor de R$ 20.000,00 dentro de um mês são isentas de IR, venda de ações acima de R$ 20.000,00 tem cobrança de 15% sobre os rendimentos. Para pagar o IR, você deve preencher o Darf com o código 6015 e pagar no banco até o fim do mês seguinte à venda das ações. Minha dica é:


  • Se programe para vender no máximo R$ 20.000,00 caso tenha resultado positivo. Se o resultado for negativo, não haverá cobrança de IR.

  • Se comprar e vender no mesmo dia a tributação é fixa, 20% sobre os rendimentos, pois será classificada como Day trade.

  • Tenha visão a longo prazo.


Como INVESTIR em Ações em três passos


Primeiro passo:


Baixe o App de uma corretora de ações e faça o seu cadastro. Você pode escolher a corretora do seu banco ou pesquisar as principais corretoras de ações no mercado, tanto em reputação como avaliando os menores custos.


Segundo passo:


Faça uma TED para a sua conta na corretora.


Terceiro passo:


Monte sua carteira de ações, diversifique em pelo menos três ações, de preferência de setores de atuações diferentes, tenha visão a longo prazo e boa sorte! Sim, sorte é essencial para tudo na vida.


“Uma pessoa só está sentada em uma sombra hoje, porque outra plantou uma árvore há muito tempo atrás.” Warren Buffett".


Invista!


Boa sorte! =)


44 visualizações

©2020 por PR7 Investidor.